A regra nao é simples, devemos entender sobre quociente eleitoral, votos válidos, cadeiras disponíveis, quociente partidário e votos válidos.

O sistema de voto proporcional busca dividir proporcionalmente o número de vagas disponíveis entre partidos políticos e/ou coligações partidárias. Não é calculado apenas os votos recebidos pelo candidato, mas também é levado em consideração os votos obtidos pelo partido ou coligação da qual ele faz parte.

O sistema de voto proporcional busca refletir a distribuição de votos dentro do parlamento, com objetivo de democratizar a participação de uma pluralidade de partidos, tentando formar assim um governo mais heterogêneo.

O que é quociente eleitoral?

Quociente eleitoral é o total de votos válidos divididos pelo número de vagas em disputa. Este cálculo que combinado com o quociente partidário resulta na distribuição de vagas para deputados federais, estaduais, distritais e vereadores.

Como calcular o quociente eleitoral

Suponhamos que em uma eleição houve 100 mil votos válidos e 10 cadeiras parlamentares disponíveis. Divide-se o número de votos válidos pela quantidade de vagas. Dessa forma vamos obter o resultado do quociente eleitoral: 10 mil.
Qe = Vv ÷ C
Qe (Quociente eleitoral) = Vv (Votos válidos) ÷ C (Cadeiras)

Como calcular o quociente partidário:

Após calcular o Qe, passamos a fase de calcular o quociente partidário, resultado que vai definir o número de cadeira disponíveis para o partido ou coligação. Para isso, divide-se o número de votos recebidos pelo partido ou coligação pelo quociente eleitoral. No caso do nosso exemplo se um partido receber 30 mil votos do total e dividir pelo quociente eleitoral (10 mil) significa que ele terá direito a 3 vagas parlamentares.
Qp = Vp ÷ Qe
Qp (Quociente partidário) = Vp (Votos do partido ou coligação) ÷ Qe (Quociente eleitoral)

Distribuição de sobras / Método das médias

Mesmo após a aferição do quociente eleitoral e partidário é possível que algumas vagas não sejam preenchidas. Neste caso é preciso usar o método de médias, também conhecido popularmente como distribuição das sobras. Para definir quem fica com as vagas que sobram, é feito um novo cálculo. Desta vez, divide-se o total de votos da coligação pelo número de cadeiras que o partido ou grupo já garantiu mais 1. Se uma legenda, a partir da divisão anterior, obteve 3 assentos, então o quociente partidário será dividido por 4 (3+1).

Cláusulas de desempenho

Para coibir que candidatos que receberam poucos votos se elejam através de outros políticos (puxadores de voto), foi elaborada a PEC (proposta de emenda à constituição), na qual estabelece que o candidato em questão terá que receber no mínimo 10% do quociente eleitoral.

As regras da cláusula de desempenho foram feitas (dentre outros motivos) após um fenómeno vulgarmente conhecido como ‘efeito tiririca’, no qual o então ator e palhaço Francisco Everaldo Oliveira Silva, vulgo Tiririca, recebeu mais de um milhão de votos, ajudando a eleger outros deputados que não receberam votação expressiva.

Tá, e trazendo para Timon?

Na política a matemática tem suas peculiaridades e não podemos definir quantos votos válidos teremos na cidade de Timon, pois os votos válidos resultam da subtração dos votantes totais, para com os votos brancos e nulos. Hoje temos em média 104 mil eleitores em nossa cidade; usamos a quantidade de 95.000 votos válidos para simular um cenário nas eleições de 2020 em Timon. Veja abaixo.

Com 95.000 votos válidos, na disputa pelas 21 cadeiras na Câmara Municipal, o quociente eleitoral é 4.523, ou seja, já que não existe coligações proporcionais, para 1 partido eleger 1 vereador é necessário obter no mínimo essa quantidade de votos; como dito anteriormente é necessário que o candidato obtenha no mínimo 10% do quociente eleitoral para ser eleito, isso não significa que ele assumirá uma cadeira. Levando em conta uma possível variação, podemos dizer que candidatos com menos de 400 votos, dificilmente serão eleitos. As cadeiras restantes serão distribuídas pela cláusula de desempenho levando em conta o quociente partidário, como já explicado acima.

Entre em contato conosco clicando no link abaixo:

Whatsapp Blog Timon em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here